Sempre Há Uma Nova Esperança


A estagnação leva qualquer ser a torna-se desprovido de evoluções. Gosto muito de refletir nas evoluções, e engana-se quem pensa que demora longos e eternos anos pra que determinadas evoluções aconteçam (seria super chato, não acham?). No final dia faça um balanço do dia - as coisas boas que você fez ou que melhorou pra si mesma ou para os outros ao seu redor, caso tenham poucas ou até mesmo nenhuma, não fique se achando derrotado. Acorde pela manhã, tire aqueles minutinhos e pense o que faria o seu dia feliz ou até mesmo o que possa acontecer para que ele torna-se especial - é claro que tem que estar ao seu alcance. Terminar algo que deixou de fazer? Ir a um determinado lugar que é perto e que está querendo ir? Ligar para alguém? Estes são os mínimos conglomerados de evoluções.


Não existe preço para alcançar a ordenação dos fatores que titânicamente interfiraram dentro de nós e também não é tão difícil assim. Desse modo você mesmo irá renovar a cada dia, seja a cada manhã ou noite, ou até mesmo os dois, as esperanças para que as felicidades não só efêmeras, mas também a duradouras, esteja cada vez mais acessíveis a ti.

Esse poema de João Guimarães Rosa nos ajuda a perceber que mesmo estando sozinho ou sem coisas que nos proporcionam alegria, justamente quando estamos sem esperança, é possível aprender a nos alegrar:

"Deus nos dá pessoas e coisas,
para aprendermos a alegria...
Depois, retoma coisas e pessoas
para ver se já somos capazes da alegria
sozinhos...
Essa... a alegria que ele quer"


Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...