Lidando Com a Morte


Em uma dessas noites estava analisando o comportamento das pessoas em relação à morte; é comum ver idosos entrarem em depressão por saberem que a sua morte será recente e também é frequente ver pessoas novas que ao perderem uma pessoa querida e ficam tristes por um longo tempo, revoltadas com Deus e com o resto do mundo. Temos o hábito de esquecer-se da morte e tirá-la da mente quando ela vem em nossos pensamentos e com isso passamos a criar uma espécie de redoma em torno de nossas vidas como se não quiséssemos morrer. Todos pensam na morte e são muitos que têm medo dela, pois não sabem como vai ser do outro lado, isso quando a pessoa acredita que a vida vai mais além do que desta, pois no caso dos ateus, a coisa é mais complexa e a vida tem de ser gozada ao máximo porque não tem nada além desta. Conseguimos colocar uma redoma em nossas vidas e afastar a morte, mas quando uma pessoa querida se vai e então vamos ao funeral e ao enterro, aí qualquer um sente aquele impacto na própria face de que a redoma é em vão. Depois de um nascimento de um ser aqui na Terra a única certeza que se tem é que a morte fará parte do momento dele, tarde ou cedo. É impossível você e eu driblarmos a nossa partida e esse processo pode ser triste por termos que deixar todas as nossas coisas sem a plena certeza do que serão delas quando sempre passamos a vida inteira nos esforçando para conquistá-las e prezá-las. Mas é essa questão que muitos não aceitam. Depois de conquistar tudo com muito esforço e dificuldade, formar uma família e um belo dia não ter mais o controle de tudo isso e sequer nem estar mais por aqui.

Mas a vida é assim, é uma lei natural e presente em todos os seres vivos que fazem parte da nossa morada. Os peixes, as árvores, os insetos, as flores, os pássaros, os elefantes, todos sem exceção, um dia irão passar pela morte. Não fique aí triste e com medo. Não baseie a sua vida em coisas materiais que um dia não estarão mais contigo e não faça de outro alguém a sua razão de viver, afinal você também não tem o pleno controle sobre ela e perderá o motivo de viver caso ela também um dia se parta. Se você  fez um bem para a humanidade e pra si mesmo de forma honesta e amorosa, a morte será como um prêmio para um estágio melhor. Considere a sua partida um processo natural e sem sofrimento, veja-a como algo bom para quem fez a sua parte como estava ao alcance dela e também do seu. Não sofra e pense nisso como um nascimento para um lugar melhor, independente da sua crença e cultura. Se você for ateu, tenha a certeza que a sua presença não é pelo mero acaso e que a sua vida, de uma forma ou de outra, tem um propósito. Viva o hoje e amanhã se baseando no amor, no carinho e no que você pode contribuir de melhor para este mundo. Já escrevi aqui uma postagem com o título “O Medo da Morte”.

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Minha filosofia de vida, é basicamente essa "Viva o hoje e amanhã se baseando no amor, no carinho e no que você pode contribuir de melhor para este mundo". Ficar muito preso no passado não faz bem a ninguém, e ficar pensando também no que pode acontecer de ruim é uma prisão. Temos é que viver enquanto temos tempo :)

    ResponderExcluir
  2. n seei c eu tenho medo da morte :S
    postei a história, beijo.

    ResponderExcluir
  3. Estava dando uma olhada aqui, uma lida ali e uma coisa que achei interessante comentar é que não generalize os ateus :P Não é que eles acreditem que a vida tenha de ser gozada ao máximo porque não há nada após a morte. Eles não acreditam na existência de Deus, não necessariamente são assim tão liberais. ateus. Discordo dessa frase que você pôs: "a coisa é mais complexa e a vida tem de ser gozada ao máximo porque não tem nada além desta", é como se eles não fossem pessoas muito conscientes que fazem as coisas apenas para curtir. Talvez não tenha sido sua intenção, mas deixou transparecer isso. E pode exisir ateus que acreditem em vida após a morte levando em conta outras outras hipóteses, não há apenas Deus nas teorias :P E também, não necessariamente os ateus acreditam que estão por aqui por acaso. Nossa escrevi um texto aqui >< Aah não leve a mal o que eu disse, foi apenas minha opinião. Sou atéia e discordei desses pontos. Gostei do seu blog. Espero que não se importe com o que eu escrevi.

    ResponderExcluir
  4. Zéé, fiquei muito feliz pela sua visita e pelo seu belo comentário. Os ateus que eu conheço não acreditam em vida após a morte, mas há casos que isso não é necessariamente assim, como o seu, por exemplo. Você acredita que existe algo além, assim como um evengélico que acredita em reencarnação. Posso ter generalizado nessa questão, mas isso é muito complexo, pois cada um tem sua crença particular, indenpendente da crença já inserida. Não quis dizer na parte "a coisa é mais complexa e a vida tem de ser gozada ao máximo porque não tem nada além desta" que os ateus aproveitam a vida de forma não muito conscientes, pelo contrário. Não quis dizer que os ateus fazem isso de forma não muito conscientes, pelo contrário. E aproveitar o máximo da vida é para todos, independente da religião. Não querendo dizer que gozar o máximo signifique fazer coisas erradas, imorais ou alguma outra que façam as pessoas pensarem que quem aproveita não seja responsável ou até mesmo inteligente. Seja sempre bem-vinda.

    ResponderExcluir
  5. Eu não disse que acredito em vida após a morte. Na verdade, eu nem acredito e nem desacredito - sou indiferente. Mas já ouvi teorias que há vida após a morte sem ter Deus no meio, então achei que seria legal mencionar isso. Como a teoria das sombras de Platão, que dela foram baseadas as maiorias das crenças de vida após a morte.

    ResponderExcluir
  6. Felizmente, aquela fase que coloquei no meu blog já passou \o/ E seja sempre bem-vindo também ;D

    ResponderExcluir
  7. "A gente mal nasce começa a morrer."

    Li ou ouvi, há muitos anos, que tão dolorosa a morte é o que morre na gente enquanto vivemos.

    Com perda de quem mais amava passei a praticar o que só conhecia no dicionário: "resignação", ou seja, submissão total a uma vontade superior.

    Abração grande e amigo.

    ResponderExcluir

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...