Madagascar 3 - Filme


Confesso que só assisti a este filme por falta de opções dos horários porque os demais do cinema iam começar mais tarde, porém apesar de nunca ter visto os anteriores, os desenhos proporcionam alguns momentos de risos, então resolvi assisti-lo. A história em si faz uma dura crítica aos últimos debates sobre a utilização dos animais em zoológico e no circo. Começa com Alex , Marty, Melman, Gloria e o rei Julieno deserto desejando voltarem para Nova Iorque, no zoológico em que moravam. Decidem ir ao encontro dos pinguins e após serem perseguidos por uma agente de controle animal obcecada em ter um leão, acabam indo parar em um circo em crise.


Com este circo, eles têm a chance de voltarem para os Estados Unidos, então os pinguins o compram e transmitem a ideia da tradição circense onde os animais sempre fizeram parte do espetáculo, porém fazendo os mesmo números. Então eles mesmos resolvem revitalizar o espetáculo, com apenas as utilizações dos animais, fazendo uma crítica ao Cirque de Soleil, que quebra a tradição circense ao não utilizar animais em suas apresentações. Quando finalmente chegam ao zoológico, percebem que lá a vida não era tão feliz como estão sendo no circo, afinal lá eles eram separados e estavam ali apenas para serem vistos pelo público, tendo o Alex a sua maior importância diante do público, e no circo todos eram unidos e eram valorizados como um grupo.



Este filme nos faz refletir que nem sempre o que os debates sobre a utilização dos animais são o que realmente querem nos fazer pensar, afinal no zoológico eles valorizados pela importância da renda revertida ao ingresso, sem falar da exposição constante ao público, provocando estresse e interferindo diretamente na vida do animal. No circo, eles trabalham juntamente com os homens e quando o circo respeita seus animais, ele os valorizam de maneira mútua. Além de tudo isso, apresenta a visão de grupos que controlam os animais e muitas das vezes roubam os animais de circos (apenas os mais raros, como leões, tigres e elefantes) para alimentarem o próprio ego e até mesmo ganhar dinheiro de forma ilícita. É engraçado, alegre e divertido, agradando diferentes faixas etárias.

Avaliação: Bom

Direção: Eric Darnell e Tom McGrath
Distribuidora: DreamWorks
Orçamento: US$ 145 Milhões

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Assistir apenas o primeiro filme da série. Dps do fiasco da continuação de Shrek, fiquei com pé atrás com animação.

    =*

    ResponderExcluir

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...