Drácula de Bram Stoker - Filme


Por ter sido produzido em 1992, este filme tem uma grande limitação de efeitos especiais logo nas cenas iniciais, onde é exibido os ataques entre os defensores da Igreja Católica e os turcos. Se comparado com os filmes mais recentes que abordam temas sobre vampiros, como "Blade" e "Crepúsculo", algumas cenas chegam a parecer amadoras, como a queda de Elisabetha do alto da torre sobre um rio. Porém ele é ótimo porque mostra que quando existe ótimo roteiro, elenco forte e um diretor audacioso, o trabalho pode e merece ser contemplado independente da capacidade técnica disponibilizada naquela época.

Baseado na obra literária de Bram Stoker, conta a história do líder romeno Vlad Tepes (Drácula), interpretado por Gary Oldman, defende a igreja cristã na Romênia contra os ataques dos turcos, porém sua noiva Elisabetha é enganada ao receber a notícia da morte do seu noivo. Movida pelo grande amor, ela se joga do alto de uma torre em um rio, onde morre. Ao retornar, Drácula encontra o corpo de sua amada e recebe a notícia do Papa que por ter sido suicídio, ela foi renegada por Deus. Diante desse comunicado, ele renuncia e renega a Deus, jurando somente beber sangue a partir daquele momento, sendo eternamente condenado ao vampirismo. Quatro séculos depois, descobre que Elisabetha reencarnou como Wilhelmina Murray, em Londres. Disposto a reencontrar seu amor, Drácula está disposto a passar por cima de qualquer obstáculo para reconquistar e viver durante toda a eternidade ao lado do amor de sua vida, mesmo que tenha que sofrer e encarar o noivo de Wilhelmina  (Keanu Reeves) e o professor Van Helsing (Anthony Hopkins).

É dirigido por ninguém menos que Francis Ford Coppola, roteirista e diretor do lendário "O Poderoso Chefão". Com orçamento de US$ 40 milhões, arrematou na cerimônia do Oscar de 1993 estatuetas nas categorias de melhor figurino, melhores efeitos sonoros e melhor maquiagem. Também foi indicado como melhor direção e arte. Também no mesmo ano, foi indicado a categoria de melhor beijo pelo programa MTV Movie Awards.

É um filme que retrata minuciosamente os detalhes de sua história e por isso, como disse acima, mesmo com as limitações dos efeitos especiais, torna-se interessante para quem o assiste.

Avaliação: Ótimo (Ruim, Regular, Bom, Ótimo)

Trailer


Assista o filme completo


 Estados Unidos
 Reino Unido
 Roménia

1992 •  cor •  128 min 
Produção
DireçãoFrancis Ford Coppola
RoteiroJim V. Hart
Elenco originalGary Oldman
Winona Ryder
Anthony Hopkins
Keanu Reeves
Cary Elwes
Richard E. Grant
Génerosuspense / terror
Idioma originalinglês
DistribuiçãoColumbia Pictures
LançamentoEstados UnidosCanadá 13 de novembro, 1992
Portugal 26 de fevereiro, 1993
Brasil 1993

Curiosidades
  • A atriz Sadie Frost decidiu pintar seu cabelo de vermelho após perceber que estava se parecendo muito com o personagem de Winona Ryder. 
  • O grito do Príncipe Vlad após ele cortar a cruz com sua espada não é de Gary Oldman. Nesta cena em especial a voz de Oldman foi dublada pela de Lux Interior, vocalista da banda punk The Cramps.  
  • Uma cena em que Mina seduzia Van Helsing chegou a ser filmada, mas foi cortada na edição final. 

Fontes: Wikipedia e AdoroCinema

Comente com o Facebook:

Um comentário:

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...