Roberto Jefferson e Sua Ajuda no Combate à Corrupção


Em tom de surpresa, desde a última sexta-feira (21/02/2014) foi noticiado a expedição do mandato de prisão após condenação a sete anos de prisão do ex-deputado Roberto Jefferson, responsável por denunciar e entregar, em 2005, todo o esquema do mensalão, considerado o maior esquema de corrupção de toda a história política do Brasil. Desde o primeiro momento em que começou a fazer declarações sobre o que acontecia em pleno Congresso Nacional, ele adotou um tom de audácia e irredutibilidade até mesmo ao assumir sua própria participação no envolvimento do mensalão, destacando-o dos demais envolvidos que se dizem inocentes e não assumem suas participações de forma clara e objetiva. Mesmo condenado, assumiu sua parcela de culpa, não se fazendo de vítima ou preso político e muito menos usou sua doença como desculpa para se livrar da pena.


Roberto Jefferson ao receber o mandato de prisão
 

Entenda o Mensalão



Como é de costume, sabemos que a justiça não costuma funcionar quando apenas uma pessoa é considerada culpada ou tem envolvimento indireto nas entranhas corruptas deste país. Tomando como exemplo casos deste tipo, pode ser destacado o do ex-presidente Collor , apenas condenado a ficar inelegível por ínfimos 8 anos, Paulo Maluf, atualmente procurado pela Interpol acusado de movimentar milhões de dólares no sistema financeiro sem justificativa fundamentada e que além de não ser condenado, exerce plenos direitos como deputado federal pelo estado de São Paulo. Outros exemplos escandalosos e de grande repercussão são os de Renan Calheiros no caso que ficou conhecido como Renangate, o esquema do metrô de SP realizado pelo partido PSDB envolvendo nomes como Geraldo Alckmin e José Serra, e o CPI do Apagão revelando em 2007 desvios da receita da Infraero e superfaturamento em obras dos principais aeroportos do país. Em todos esses casos, até o presente momento não houve condenados à prisão. O Mensalão chama atenção por ser o primeiro caso no qual um grupo de deputados, presidentes de bancos, empresários e até mesmo o ministro da Casa Civil José Dirceu são condenados à prisão.


Momento em que ficou frente a frente com José Dirceu

Lições de Retórica por Roberto Jefferson

O histórico dos casos de corrupção levam a crer que sem as revelações de Roberto Jefferson, ninguém estaria condenado e muito menos ele próprio ao regime fechado. Talvez ficasse inelegível por uns anos recebendo apoio dos que protegeu caso assumisse sozinho toda a culpa. Sua audácia e coragem mudaram o rumo político do Brasil, possivelmente livrando-nos de ter José Dirceu como Presidente da República. Não quero fazer Roberto Jefferson de santo. Mas é inegável dizer que sua atuação, mesmo que corrupta, trouxe grandes ações ao combate à corrupção e evidenciaria que a sociedade brasileira, após o Mensalão, adotou um olhar mais crítico senão tivesse elegido a Dilma Rouseff como Presidente.


Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Será que precisaremos de uma guerra de longa duração para eliminarmos a classe política que elegemos? Sabemos que durante uma guerra a preocupação maior é sobreviver e que, nomalmente, após um período de conflito todo mundo se preocupa em reconstruir que roubar, corromper ou se deixar corromper (sim, sim, tem sempre aqueles, mas só poucos sobrevivem).

    Gostei e vou te anexar na minha blog list.

    :)

    ResponderExcluir

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...