Analisando Marilyn Monroe e a Borderline | Análise Psicológica


Marilyn Monroe foi considerada uma das mulheres mais bonita do seu tempo e o seu sucesso a consagrou como uma atriz reconhecida mundialmente, porém nada disso foi capaz de impedir que ela se sentisse insegura e tivesse problemas psicológicos, psiquiátricos e dependência química. Comumente citada por suas polêmicas sexuais, neste vídeo deixo essa esfera um pouco de lado para focar no lado humano da mulher Marilyn Monroe.

Poucas pessoas sabem de sua história e de seus traumas vivenciados na infância enquanto percorreu inúmeros lares adotivos e orfanatos. Apesar de todos os seus problemas e de sua morte precoce e trágica, Marilyn Monroe proporcionou a valorização da mulher através da imposição do seu talento, em um tempo que a imprensa a bombardeava de críticas severas por não aceitar que uma mulher pudesse quebrar as regras da sociedade, seja por ela querer receber a mesma quantia que os homens ganhavam como atores principais em um filme, usar o poder de sua sensualidade como bem entender, ou mesmo combater o preconceito racial. Por fim, explico como a Síndrome de Borderline associa-se com a dinâmica patológica de Marilyn e pontuo os tratamentos que poderiam ser indicados nos dias atuais.



Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!