Alguém Tem Que Ouvir e Ceder

Em uma dessas tardes estava em um ônibus e sentou um homem e começou a puxar assunto, logo pelas primeiras palavras já pude perceber que ele estava tenso, tanto que logo começou a entrar em vários assuntos ao mesmo tempo sem antes eu ao menos disser uma só palavra. 


O mundo hoje está meio que cada um por si e todos pensam somente em seus trabalhos, estudos e no seu mundo e se esquecem do próximo. Ouvir o outro é um sinal de amor e de ternura que as pessoas estão se esquecendo; e até mesmo devido ao nível que a violência chegou. Então quando uma pessoa senta ao seu lado e começa a falar e vocês estão em um ambiente movimentado e o indivíduo não tem sinais claros de que irá te assaltar; vê que é uma pessoa como você, não há nada mais sábio que ouvir, pois ela só quer ser ouvida. Imagine que ela não sendo ouvida possa, por exemplo, cometer um suicídio (e tu mesmo nem saberá depois) ou alguma decisão que prejudique ela e a outros, ouvindo e prestando atenção nas palavras dela você pode dar um caminho que seja exato, mas devido a turbulência e a tensão emocional da pessoa, esta não consegue enxergar. E me senti até feliz por estar ali com aquele homem, pois imagino que se outro estivesse em meu lugar, não daria a mínima atenção e só Deus sabe o que iria acontecer com ela. Pois bem, deixei ele falar e olhei nos seus olhos e sempre concordando com a cabeça para sinalizar que eu estava prestando atenção e utilizei a livre associação - é deixar a pessoa falar o que vem à cabeça. Logo em seguida já estava entrando no seu relacionamento com a sua mulher: Que ele paga as contas com dificuldades e sofre por não poder dar coisas melhores aos seus filhos enquanto a mulher gasta com bobagens - isto quando ele não dá o dinheiro pra ela comprar as coisas para as crianças e a mulher gasta tudo e não compra nada para os filhos, que ela já bateu nele e ele não reagiu, tirando todas as formas de humilhação possíveis dentro de uma casa. Quando chega em casa as crianças o abraçam e o beijam; até choram de saudade quando demora no trabalho. Talvez isso resulta no conhecimento prévio delas na ausência de atenção necessária por parte de mãe e que é preenchida pelo pai, pois não seria normal ter esse carinho com a mãe? O nosso diálogo foi se estendendo e eu perguntei: - Mas além de tudo isso que ela faz, o que o deixa ainda mais triste? A resposta foi simples e direta: - Tudo o que faço, ela não concorda, dá sempre no contra e nunca me ajuda. Acredita que até fome os filhos passam pelo fato da mãe não ter ir ao fogão e fazer a comida? O homem trabalhando para sustentar a família enquanto a mãe deixa as crianças com fome por preguiça de ir preparar o alimento! Depois de um tempo ele mesmo chegou à conclusão que o fim de seu sofrimento será com a separação, pois assim teria o fim das humilhações e até lutaria na justiça pela guarda dos filhos, pois se estes escolhessem ficariam com o pai (isto elas mesmas disseram para ele) e ressaltou que estava vindo da casa da mãe e que conversando sobre tudo isso com ela, esta disse assim: Volte pra cá, meu filho, larga dessa vida, pegue aquele pedaço do quintal ali (apontando para um espaço atrás da casa) e construa a sua casa, e até ajudo e ainda compro aquela moto que você quer comprar para ir ao trabalho. Perguntei se ele já tinha pensando em sair de casa há muito tempo e respondeu dizendo que há anos pensa assim porque ela nunca entra em um acordo com ele na hora das decisões e organizar os caminhos da família.

No relacionamento, um ou o outro tem que ceder, mesmo que naquele momento não seja lá tão vantajoso pra si próprio, mas na hora de outra escolha o outro tem que ter a noção de que também terá que escolher o que não é muito vantajoso pra si, levando em conta que foi até ajudado pelo outro naquela decisão passada. Se o sujeito não tiver essa noção, converse e explique que a vida é feita de equilíbrio. Ninguém irá aguentar o grande peso do fardo colocado em suas costas sempre que um casal fazer escolhas. É parecido com as brigas. Seria legal um relacionamento onde um sempre leva a culpa, todas as culpas; até porque chuveu quando era pra chuver? Um tem que dizer que está errado mesmo quando não está e a outra sabe que aquela pessoa não está errada e depois de um tempinho ela vai para o namorado(a) e pede desculpas e tal.Um cedeu. Mesmo se a outra não vier pedindo desculpas, fique tranquilo e não fique remoendo aquilo que já passou, apenas converse e diga que ninguém tem que estar errado e cheguem em um acordo na questão que gerou aquela discussão. O homem do ônibus estava com dezenas de coisas em sua mente e todas o fazendo sofrer sem ao menos deixá-lo perceber qual será a melhor decisão a escolher, depois ele mesmo chegou a sua conclusão sem ao menos ser induzido por mim, pois assim qualquer outra poderia ter feito, mas não seria a mais feliz pelo fato de não ser escolhida pelo próprio sujeito que está vivendo aquilo. Disse que no próximo dia útil iria ao advogado para pedir a separação e pagar a pensão. Ouça e preste atenção no que ela tem que dizer e tenha em mente que em todas as áreas da vida, seja no relacionamento amoroso, amizade e no profissionalismo, você sempre terá que ceder.

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...