Como Esquecer o Ex-Namorado, Noivo ou Marido


Quem nunca amou, um dia vai amar. Quem nunca se apaixonou, um dia irá se apaixonar. Esta é uma fase natural, geralmente iniciada na adolescência e seguida no decorrer da vida,  o adulto e até mesmo o idoso pode se apaixonar e amar novamente. Todos têm o primeiro amor, muitas das vezes não correspondido, o primeira namorado, noivo, esposo. E este processo pode se repetir constantemente. Hoje em dia é bastante comum ter mulheres casadas pela segunda ou terceira vez. Comum também, baseado nesse ciclo, amar quem não deveria ser mais amado. É bastante frequente as mulheres buscarem apoio psicólogo em decorrência dos relacionamentos, ou melhor, pelo sentimento do amor. Pessoas estas que continuam amando quem lhe causou sofrimento. No primeiro momento, pode parecer tolo ou estúpido sentir isso por alguém que não mereça esse sentimento, mas dependendo dos momentos vividos, duração, intensidade e a fase de vida no qual elas estavam quando viveram a relação, o amor pode durar anos. O amor não correspondido pode lhe causar sofrimento, pesar seu coração e te fazer perder um tempo precioso. Enquanto existir um amor não correspondido, você deixa de viver um amor de verdade.

Isto gera uma série de consequências:

  • Tristeza - sentir o coração pesado, chorar, ficar triste ao se lembrar ou ver a pessoa
  • Depressão - choro frequente, desmotivação para se levantar da cama, ir trabalhar, sair de casa e realizar as tarefas mais básicas: tomar banho, se alimentar, trocar de roupa, escovar os dentes etc.
  • Dificuldade de manter outros relacionamentos amorosos
  • Desmotivação para sair com os amigos
  • Achar que jamais irá amar novamente
  • Raiva
  • Culpa
  • Ódio de si mesmo

O Que Acabou Com a Relação?

Primeiramente, lembre-se o que levou ao término da relação. Incompatibilidade, brigas, desrespeito, falta de tempo juntos, traição. Se quem errou foi você, pode haver chances da relação ter uma nova chance.


O Sofrimento Causado Durante a Relação

Quando se vive a paixão geralmente se está cega, pois não percebemos que estamos sofrendo e o que relacionamento não está mais sendo legal. Apenas pensamos em agradar ao outro e até abrimos mãos de muitas coisas para que a relação sobreviva. Ninguém é igual a ninguém, não existe pessoa completamente perfeita e ideal. Em qualquer relação vai ter conflitos, porém eles podem ser imperceptíveis dependendo de como o casal administra-os. No momento em que se está amando alguém que não dá mínima para você, olhe para si mesmo e veja o quanto sofreu no período do relacionamento. Se este acabou, é porque problemas aconteceram. Se valorize, lembrando do quanto se machucou e seus esforçou para manter a relação. Leia: Quando O Amor É Verdadeiro Não Há Sofrimento

Os Prós e Contras

Faça uma lista de prós e contras dando ênfase aos pontos mais evidentes. Pelo fato da relação ter acabado, há grandes chances do número de contras ser maior. Após terminar a lista, olhe e reflita, sempre acrescentando algo que lembrar. O objetivo é ter o conhecimento da incompatibilidade e das eventuais características que não combinam com você. Leia cada item da lista todos os dias, preferencialmente quando lembrar da pessoa.


Livre-se do Que Possa Te Fazer Lembrar

Não fique monitorando seu antigo amor, seja através de amigos em comum ou Facebook. E se necessário faça o bloqueio do perfil, assim você não poderá visualizar o dele e nem ele o seu. Não perca tempo olhando as fotos, guarde-as ou se livre delas, começando pelas que estão no seu computador. Jamais ligue ou envie SMS, apague os telefones da agenda do celular. Tenha em mente o quanto sofreu e que não merece mais passar por isso.


O Que Pode Fazer Solteira

Dizem que nada melhor que um novo amor para esquecer o antigo, isto é um grande erro. A felicidade não está na outra pessoa, está em si mesmo. Depositá-la  no outro é declarar-se dependente e ser incapaz de ser feliz estando solteira. O relacionamento ideal não é aquele que exista essa dependência, mas sim quando pessoas felizes buscam compartilhar a felicidade com o outro. Pensar que namorar, noivar e se casar irá resolver nossos problemas internos é se enganar e dar chances de sentir que o outro é uma propriedade ou até mesmo a razão de nosso viver. Aí está o caminho para o ciúme excessivo e a depressão quando o casal se separa. Ter um novo amor para esquecer o antigo é fazer a substituição e prolongar o sofrimento. Se desapegue do outro, estabeleça as coisas que possam te fazer feliz, como por exemplo:
  • Sair com suas amigas
  • Dedicar mais tempo ao seu hobby
  • Dedicar-se aos estudos e à carreira profissional
  • Passar mais tempo com a família
  • Iniciar um curso
  • Viajar

A Liberdade

Não ter que dá satisfação de onde veio, para aonde vai é um dos principais pontos positivos de estar solteira. Foque em estar liberta de um relacionamento que lhe trouxe sofrimento, angústia e tristeza. Aproveite a liberdade, mas ao mesmo tempo valorize-se. Ter a oportunidade de conhecer novos homens é uma das melhoras coisas de estar solteira. Não fique nessa de esperar o príncipe encantado bater na sua porta e muito menos dele vir te abordar na rua. Através da vivência com outras pessoas, é possível perceber o tipo que mais nos envolve e nos satisfaz. E isso só pode ser possível dando a possibilidade de conhecê-lo e adquirir experiência.
  • Aceite todos os convites das suas amigas - Seja para aniversários, festas, churrascos, baladas, igrejas etc.
  • Tente se envolver o mínimo possível - Ao ficar por ficar, não dê chances de estabelecer um relacionamento. Lembre-se você apenas quer bater um papo, beijar ou ter relações sexuais. É um grande engano tentar iniciar uma relação por carência com alguém que não combina em nada. Não pegar ou fornecer o número de celular é crucial quando já se tem o conhecimento da incompatibilidade.

E Se Me Procurar?

Aqui está o grande perigo. Você lutou, foi atrás, abriu mão de várias coisas para sustentar o relacionamento. Enquanto isso ele te usou e passou por cima dos seus sentimentos e do que é mais importante, seu amor. Então depois de um tempo, ele conhece outra mulher e percebe que encontrar uma interessante não está tão fácil e te procura. Está em suas mãos a opção de reatar e viver um relacionamento que lhe casou sofrimento, tendo grandes chances de abrir novas feridas, ou dar a volta por cima. Não encare a sua situação de solteira como incapacidade de encontrar outra pessoa. Infelizes são as que namoram com o primeiro que encontram pela frente, mesmo sabendo que não existem compatibilidade e interesses em comum, apenas para não estar só. Estar solteira é ter a oportunidade única de tocar a vida, de seguir seus principais objetivos valorizando a si própria, oferecendo chances de conhecer alguém que realmente mereça compartilhar a sua felicidade e ter o seu amor. Por isso é importante buscar se ocupar de alguma forma, pois mesmo reconhecendo que irá sofrer novamente, há quem reata o relacionamento por não estar ocupada e com isso se sentindo carente.


Apoio Psicológico

Como já disse acima, a depressão é caracterizada pela limitação das tarefas mais básicas, seja grande dificuldade em levantar-se da cama, tomar banho, trocar de roupa, ir ao trabalho, universidade ou escola. O sujeito perde totalmente o ânimo e a vontade de realizar ações rotineiras do dia-a-dia. Se você encontra-se nesse quadro, procure apoio psicológico urgente. Lá você terá uma avaliação mais aprofundada e receberá todo o tratamento necessário. Caso não tenha condição financeira, recorra às universidades de Psicologia de sua cidade, elas oferecem consultas com estudantes que estão próximos de se formarem por preços simbólicos (2, 5, 10 a 20 reais). Geralmente é tabelado pela faixa salarial do paciente.

A vida é feita de fases e nelas várias pessoas chegam e vão embora. O amor puro e verdadeiro é aquele que não traz sofrimento, angústia, tristeza e livre de carência. Para que se possa perceber quem mereça compartilhar os momentos de nossas vidas, a nossa intimidade e o nosso amor, antes é necessário conhecê-la. E assim como se percebe quando a pessoa não é certa para isso, deve-se estar plenamente consciente de que ela também não é digna do seu amor. 

Comente com o Facebook:

0 comentários:

Postar um comentário

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...