Aprenda a Paquerar - Dicas para a Arte da Paquera


Apesar da arte de paquerar ter evoluído para os celulares (Tinder, Badoo, Pof etc.), praticá-la na sua forma tradicional - com direitos a trocas de olhares, abordagem, iniciação de conversa e pedido de contato - pode ser mais eficaz e objetivo do que qualquer aplicativo. Quando se paquera in loco (no próprio local, como uma rua, praça, escola, trânsito, praia, filas, supermercados...) o charme e a improvisação se tornam os melhores aliados. Nem sempre um bom paquerador ou paqueradora tem a facilidade em sensualizar ou iniciar e manter uma conversa, afinal ninguém nasce sabendo, porém com a persistência, o que pode começar como uma simples brincadeira ou um desafio pessoal de romper as barreiras da timidez, tem a tendência de se tornar um hábito agradável e de grande importância para a elevação de autoestima. 

Separei algumas dicas para você do livro "Paquera - Brincadeira de Gente Grande", de Sergio Savian. De acordo com o autor, o bom paquerador precisa equilibrar-se nas cinco características a seguir:

  • Tenha um bom discurso de si próprio. Dê importância a tudo o que faz: seu trabalho, seus hobbies, sua vida pessoal, fale de tudo o que você vive com muito respeito. Saiba fazer seu marketing pessoal. Mas faça-o com sutileza, sem que passe a impressão de que está contado vantagem.
  • Seja amistoso. Fica mais fácil conquistar alguém quando, antes de mais nada, você coloca como amigo. Muita coisa pode acontecer, mas a amizade é um valor maior do que qualquer outra situação. Quando seu olhar e seu semblante são amigáveis, muitas portas são abertas a você.  
  • Seduza. Use tudo o que sabe para conquistar a outra pessoa. Você fala com um sorriso nos lábios, você se comunica com charme e elegância. Sua voz é gostosa, a postura e o movimento são deliciosos, sua presença faz com que sinta-se bem.
  • Seja afirmativo. Há horas em que a situação está tão indefinida que alguém tem de dar um empurrãozinho. Então, você pode falar algo bem definido como: "Vamos?" ou "Que tal irmos para outro lugar?" Porque, se ambos tiverem dificuldade em se posicionar, é bem capaz que tudo comece a derrapar. 
  • Recue. Muitas vezes, depois de investir muita energia na paquera, você percebe que a outra pessoa não se manifesta, não decide. Você já deu todas as bandeiras, já fez tudo o que podia. Agora está na hora de ficar na sua. Acalme seus desejos e espere que a pessoa faça algum movimento de aproximação. Endureça estrategicamente. 

No término do livro há um subtítulo denominado "As Dez Gafes da Paquera", com dez tópicos que devem ser evitados nos primeiros contatos:

  1. Não reclame da vida num primeiro encontro. Todo mundo já está cheio de problemas e, por isso, não seja mais um para colaborar com o alto astral. A paquera funciona mais quando é bem-humorada. 
  2. Não fale mal de si mesmo(a). Se você toma antidepressivos ou se já foi internado(a) num hospital psiquiátrico, ninguém precisa saber disso. Se você está sendo processado por sua ex-mulher porque não paga a pensão do seu filho, guarde segredo. Espere adquirir mais confiança antes de falar de assuntos mais complicados.
  3. Evite assuntos polêmicos como política, religião ou futebol, quando cada um tem suas convicções e ninguém abre mão da própria opinião. Evite o clima constrangedor de atrito.
  4. Não beba demais. Tem gente que só sabe beber enchendo a cara, mas torna-se inconveniente, perdendo a noção do que diz. Só o bêbado não sabe que ele é muito chato. 
  5. Você pode vestir a roupa da moda, fazer pose de artista. Pode usar frases feitas, fazer de conta que é sexy. E na hora da paquera ficar tão travada(o) que mais parece uma flor de plástico. Você tem muito mais possibilidade de se dar bem na conquista sendo você mesmo(a).
  6. Não adianta nada se preocupar com o que fala ou com a sua atitude se não prestar atenção em assuntos mais óbvios como a higiene. Cabelo, unhas, hálito, dentes agradáveis são um belo cartão de visitas. 
  7. Falar o tempo todo dos antigos namoros pode incomodar a sua paquera. Deixe para tocar nesse assunto quando vocês já estiverem mais íntimos.
  8. Existe o momento certo para o assunto certo. Qualquer mulher gostaria de ser chamada de gostosa, mas, talvez, a melhor hora não seja no início de uma conversa e sim quando já estiver na cama com ela. 
  9. Alguns homens confundem paquera com lisonjeio. E, quando terminam a sequência de elogios, não tem mais nada a dizer. Que tal relaxar e ser você mesmo? O papo fica mais agradável quando você é simplesmente amigo.
  10. E se você é daquele(a)s que só sabe ficar amiguinho(a), não surpreenda quando ela lhe disser que precisa falar com as amigas e, logo depois, a vê conversando e se divertindo com outra pessoa. 
Leia também: Dicas para o Primeiro Encontro







E você, já paquerou por aí? Se sim, compartilhe suas experiências com um comentário!

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Nice life style and dress are nice as well. I really love this life style. This awesome fashion model, nice dress I fall in love it. Regards, Brian Keo Blog Tutorial Supporter

    ResponderExcluir

- Sem palavrões
- Deixe seu e-mail para que avise a você quando tiver respondido o seu comentário

Seu comentário é muito importante! Faça sua pergunta e irei te responder assim que possível!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...